Como fazer um mapa mental

como fazer mapa mental

Certamente você já se deparou com um mapa mental (ou mind map, em inglês) e instintivamente parou alguns segundos para observar. Longe de ser um emaranhado de linhas que conectam entre si a partir de um ponto central, um mapa mental é uma forma de organizar informações. Na minha opinião, ele é a melhor maneira de transcrever visualmente o que pensamos sobre algo. Ao contrário de anotações, onde transformamos pensamentos em frases inteiras, o mapa mental se concentra em palavras e em como elas se relacionam entre si. Um mapa mental é muito semelhante da forma em que pensamos. Se eu lhe disser para pensar algo relacionado ao verão, você irá pensar em sol, calor, praia, ondas, sorvete, suco gelado, e assim por diante.  Você não vai pensar na forma de texto e formular 2 parágrafos completos!
como fazer mapas mentais

Passo-a-passo para fazer um mapa mental:
Se for a primeira vez que está fazendo um mapa mental, use apenas uma caneta e uma folha de papel. Depois poderá usar diferentes canetas coloridas à vontade.

  1. Coloque o tema no meio da folha
  2. Trace uma linha saindo do tema e escreva uma palavra-chave relacionada
  3. Repita os passos 2 quantas vezes achar necessário
  4. Escolha uma das palavras-chaves
  5. Trace uma linha saindo dela e escreva uma palavra relacionada
  6. Repita os passos 4 e 5 quantas vezes precisar
  7. Pare um momento para ler o seu mapa mental. Verifique se algo precisa ser corrigido. Se sim, corrija.
  8. Continue a adicionar informações ao seu mapa mental, até achar que ele representa visualmente a informação que precisa

como fazer mapas mentais
Vamos praticar rapidinho?
Mapas mentais são super fáceis de fazer, mas é preciso praticar um pouco para pegar bem a ideia. Minha sugestão de tema é “ideias para o que fazer em feriados prolongados”. Lembre-se de considerar diferentes previsões do tempo, afinal você quer estar preparada caso faça chuva ou faça sol! Separe 10 minutinhos, lembre-se de focar nas palavras-chaves e de ser breve ao escrever. Depois, compare com o meu mapa mental que está no final deste post.

Mapas mentais subjetivos como o deste exemplo não possuem certo ou errado, já que eles são baseados no que você pensa e em como você pensa no momento em que está escrevendo. Então não se preocupe em comparar os itens em si, mas sim a estrutura e tipo de organização. Eu poderia muito bem ter criado dois “em casa”, cada um dentro de “com sol” e “com chuva”, e então ter separado as atividades de acordo com a previsão do tempo. Não há problema duplicar palavra-chave se ela se comportar de forma diferente em contextos diferentes.

Use sempre que achar necessário
Eu uso mapa mental para tudo! Pra mim o mapa mental é uma ferramenta, uso nos estudos, para capturar ideias de um brainstorm, anotações durante uma reunião, pensar na estrutura de um texto longo, para auxiliar a resolver problemas ou decidir sobre algo. Uma vez familiarizado com o funcionamento de um mapa mental você saberá identificar os momentos que em o seu uso será realmente vantajoso.

Mapa mental digital
Eu gosto de papel e caneta, você não tem dúvida disso, né? Dependendo das circunstâncias, talvez você precisará do seu mapa mental inserido em um documento de texto, com imagens, colorido, etc. Nesses casos o uso de aplicativos ou programas se faz indispensável. Mind Meister é o meu favorito, mas é pago. Uma opção gratuita é o FreeMind.

como fazer mapas mentais

E você? Usa mapa mental? Tem dificuldade em fazê-lo? Deixe sua opinião aqui nos comentários!

Refil semanal e divisórias
O refil semanal e as divisórias que aparecem parcialmente na foto são da minha loja no Etsy. Se quiser dar uma olhadinha, use os links abaixo:

Refil semanal em uma página, pautado
A5: http://etsy.me/2bibj4r
Personal: http://etsy.me/2biCqfG

Divisórias
A5: http://etsy.me/1PFAEnU
Personal: http://etsy.me/28IUxqH

Posts relacionados
Como fazer anotações em sala de aula
5 dicas para uma semana produtiva
Código de cores e símbolos do Bullet Journal

Escolha 3 áreas para focar e melhore a sua vida

escola três áreas e melhore de vida foco

Você deve estar pensando “Ah, sério! Só três?”. Sim, só três por vez! E sabe por quê? Porque organizar e melhorar uma área da nossa vida toma tempo e dá trabalho, ao menos se você quiser fazer isso de forma correta e duradoura. É frequente algumas pessoas se sentirem sobrecarregadas porque focam em muitas coisas ao mesmo tempo. E no final de um certo período, poucas coisas foram conquistadas. Sabe aquela confusão mental constante por não saber o que fazer primeiro, por onde começar? Nem sempre é falta de organização, apenas falta de foco! É como um malabarista que tenta jogar muitas bolinhas de uma só vez, em pouco tempo algumas caem no chão. Então, não é melhor equilibrar somente três bolinhas de forma correta e garantir o espetáculo?

O que é importante para você neste momento da sua vida?
O que é importante para você hoje pode não ser importante no mês que vem, e é por isso que periodicamente deve-se refletir as áreas de foco. Há também o contexto a ser analisado, afinal, você não vai querer organizar os armários da casa quando estiver de férias a mais de 300km de distância. Ou ainda, começar um curso presencial intensivo quando seu filho pequeno precisa de você diariamente. Pare um minutinho para refletir, o que é importante para ser feito neste momento da sua vida? Anote em uma folha as áreas por ordem de prioridade. Anotou mais do que três áreas? Reflita um pouco mais e elimine as áreas que poderão aguardar pelo menos um mês. Segue abaixo uma lista de áreas da vida para te inspirar.

escola três áreas e melhore de vida foco

  • Família: Melhorar a qualidade de vida, criar atividades em conjunto, entretenimento e ensinar a dividir responsabilidades.
  • Filhos: Aprender sobre o que esperar na idade do seu filhos, ideias de temas para festa de aniversário e atividades semanais em família proposta pelos pequenos.
  • Saúde: Exames médicos de rotina, dentista, fazer óculos novos e se informar melhor a respeito de alguma doença.
  • Trabalho: Material para ler, cursos de aperfeiçoamento e escutar podcasts sobre o assunto.
  • Alimentação: Como se alimentar de forma mais saudável, aprender a cozinhar, preparar snacks saudáveis e estudar veganismo.
  • Fitness: Começar a academia, mudança de hábitos para se movimentar mais, comprar vestuário e procurar blogs sobre o assunto.
  • Férias: Escolher destino, planejar viagem, itinerários, anotar endereços e tirar visto.

É claro que a lista não está completa e, dependendo dos seus objetivos e contexto, duas áreas podem tornar uma única, como Fitness e Alimentação.

escola três áreas e melhore de vida foco

O próximo passo
De forma semelhante ao exemplo acima, liste os seus objetivos e metas para cada uma das áreas escolhidas. Depois, liste as tarefas necessárias para atingir os seus objetivos. Dedique-se periodicamente às suas áreas, sempre recorrendo à lista de tarefas para saber o que fazer. Muito provavelmente cada uma das áreas escolhidas exigirá um tempo diferente para execução das tarefas. É possível que seja necessário uma dedicação diária em duas áreas da sua vida, enquanto a terceira demandará algumas horas 3 vezes por semana. Não sabe como começar? Reserve 1hora todo dia para começar e adapte conforme for necessário.

Aprenda a dizer não
Ter foco é aprender a dizer “não” para muitas coisas, ao menos temporariamente. Se o que quiser fazer não pertence a uma das áreas de foco, diga “não” sem remorso! Essa é uma das tarefas mais difíceis, principalmente para pessoas criativas ou proativas. Temos uma ideia, pensamos em como colocar em prática, achamos aquele DIY super fácil no Youtube e pronto, já estamos animadas seguindo outro caminho! No entanto, a cada “não” dito você garante que terá o tempo necessário para realizar tarefas que realmente importam para você.

escola três áreas e melhore de vida foco

Quanto tempo o foco deve durar? 
Depende do que você quer conquistar em cada uma das áreas, já que é você quem determina os objetivos. Algumas vezes o período será determinado por você, como por exemplo cursos de formação rápida (3-6 meses), férias (15-30 dias), curso de graduação (3-5 anos ou até mais) e assim por diante. Áreas como família, filhos, saúde, fitness, e outras essenciais para você estarão em foco por muito mais tempo. Conforme você for se organizando, construindo hábitos e tendo uma rotina essas áreas irão naturalmente se fusionando, podendo focar em outras áreas sem deixar o que conquistou de lado. Se você não tiver ideia nenhuma de quanto tempo deve focar, estipule 30 dias corridos. Na metade o nos terços desse tempo você poderá refletir sobre o seu progresso e reavaliar o prazo estipulado.

Como controlar essas áreas no planner?
Eu sugiro fortemente que cada uma das áreas possuam seções independentes no seu planner, podendo ser separadas com o uso de divisórias ou com marcadores de páginas. Dessa forma, fica fácil e rápido acessar essas informações, adicionar qualquer material conveniente e até mesmo, atribuir algumas tarefas e compromissos à datas específicas. Quando uma área não estiver mais em foco, basta arquivar as folhas e renomear a divisória. Se daqui uns meses você decidir em se empenhar novamente nessa área, já tem todo o material de partida, o que fez na época, o que deu certo, enfim, não precisa começar do zero.

Você reparou como as fotos desses post são bem diferentes das fotos que eu costumo publicar? Sabe dizer o que elas possuem em comum? O foco! Eu escolhi 4 imagens que, graças ao foco, podemos perceber detalhes que sem foco passariam desapercebidos: a mão com unhas vermelhas segurando um ramo com flores, a perfeição de um floco de neve, os pontinhos amarelos de um olho verde e a fumacinha de um chá bem quentinho.

Posts relacionados
Planeje a sua semana like a boss
Por que ainda há pessoas que usam papel e caneta?
Quando e como usar refil diário

Resenha: Caneta marca texto Zebra Mildliner

zebra mildliner review deep warm colors highlighter

Há 1 ano e meio fiz uma compra online na Hobonichi e aproveitei a oportunidade para comprar esse conjunto de 5 canetas marca texto da Zebra, os famosos Mildliners. Confesso que eu não os uso muito no meu planner, mas uso em anotações de estudo ou trabalho. Aliás, tenho uma relação de amor e ódio com marca textos. Adoro usar e fazer até color coding (código de cores) no material de estudos, mas às vezes vaza na folha ou arrasta a tinta da caneta. Será que com o Mildliner vai ser diferente? É realmente um diferencial ter um marca texto com duas pontas? Antes de responder essas e outras perguntas, vamos aos detalhes técnicos e alguns testes para colocar este produto à prova.

Modelo
Zebra Mildliner double-sided Highlighter, fine/bold
Disponível em 15 cores diferentes, avulsas ou em conjuntos de 5 canetas

Ponta
1 ponta chanfrada
1 ponta redonda fina (eu considero ela como ponta média)

Corpo
Redondo, possui duas tampas diferentes, sendo uma com clip

Teste em papel multiuso
No meu ponto de vista os quesitos mais importantes para canetas marca texto são: não vazar para o outro lado da folha e não arrastar tinta da caneta ou o grafite do lápis. E é por isso que eu reservei uma folha inteira do meu planner personal (da Michaels, linha Recollections) para fazer esse teste com diferentes tipos de canetas. De caneta esferográfica à caneta tinteiro! A folha foi feita usando papel multiuso premium da Xerox (90g/m2 ou 24lb) e as canetas usadas estão escritas sobre o papel (foto abaixo). A única tinta de caneta que apresentou um pouco de arraste foi a Sakura Pigma Micron, usada principalmente para desenho.

highlighter zebra mildliner review ink test planner recollections copy paper

Eu gostei muito das cores desse conjunto principalmente porque elas fogem do padrão neon, bem características de marca texto. A ponta chanfrada é boa, mas nada além do normal. Me incomoda um pouco esse excesso de tinta no início e parada a cada vez que eu uso o marca texto. No verso da folha, esse excesso é nítido nas cores mais fortes, alguns pontos a tinta até vazou para o outro lado. Nas outras partes não há vazamento, apenas sombra.

zebra mildliner review back copy paper 24lb 90g

Teste em outros tipos de papel
Reuni outros 5 tipos de papéis que eu tenho aqui em casa para ajudar a dar uma noção melhor àqueles que estejam considerando comprar este marca texto. Vai ilustrar bem também que o comportamento da tinta no papel não varia apenas de acordo com a espessura da folha. Gramatura é sim um fator, mas não é o único. Na fotos abaixo eu escrevi a marca do papel sobre os mesmos, sendo o segundo de baixo para cima (Studio Four Diamonds) uma folha de um caderno escolar que eu comprei numa loja de 1.99.

zebra mildliner review happy planner arc tome river

De todas as folhas testadas, apenas o papel do caderno escolar é que apresentou vazamento da tinta em alguns pontos do papel. Nas folhas do Hobonichi (Tomoe River é um papel bem fininho) e da Kikki.K há sombra como no primeiro papel que eu testei (90g/m2). Já os papéis das marcas Arc e Happy Planner há quase nenhuma sombra, sendo que neste último a sombra é praticamente imperceptível.

zebra mildliner review happy planner arc tome river

Vale a pena?
Eu gostei muito de usar o marca texto Mildliner principalmente por possuir cores que não são neon e por possuir a ponta redonda. De início eu achei que não iria usá-la, mas ela é ótima para escrever os tópicos quando eu estou estudando. Dá um destaque a mais e fica visualmente harmonioso, quando comparado a usar uma terceira caneta de cor diferente. Além disso, percebi que ele não arrasta tinta das canetas com tinta gel que eu mais uso no dia-a-dia. Ponto a favor também! Até deu vontade de comprar os outros dois conjuntos nas minhas próximas compras na Hobonichi. No entanto, se você gosta de cores neon, não faz questão de ter duas pontas e esse marcador de texto não é fácil acesso para adquiri-lo, então provavelmente haverá outros com um melhor custo/benefício para você.

Espero que tenham gostado do post e até a próxima!

Posts relacionados
Resenha: Caneta gel Pilot G-2
Como fazer anotações em sala de aula
Minha primeira compra na loja japonesa Hobonichi
Minha segunda compra na loja japonesa Hobonichi

Caligrafia, lettering, faux calligraphy e freebie!

caftroom decor faux calligraphy lettering

Sempre que eu mostro uma foto ou vídeo de algo escrito, feito com caneta normal ou com caneta pincel, as pessoas me perguntam como eu fiz, como eu aprendi, qual a caneta que eu usei, etc. Já mostrei resumidamente sobre essas canetas e as formas de deixar a sua letra mais bonita aqui no blog e no SnapChat, mas agora chegou a vez de fazer um post (ou vários, quem sabe?) sobre caligrafia e lettering!

Como eu aprendi
Eu comecei ainda na escola, no ensino fundamental. Lembro da professora de educação artística nos ensinar um pouquinho de caligrafia falsa (faux calligraphy em inglês). Amava os exercícios e, de uma forma ou de outra, eu continuei fazendo. Claro que muitos anos depois com o curso de design gráfico eu acabei experimentando vários outros materiais. Foi quando morri de amores por brush calligraphy e lettering. Comecei a praticar sozinha em casa mesmo, um pouquinho a cada semana. Quando posso faço todo dia, nem que seja 5 minutinhos.

caftroom decor faux calligraphy lettering crayola

Diferença entre caligrafia, lettering e faux calligraphy
Explicação bem simples sobre esses três termos que ouvimos falar por aí, muitas vezes em inglês mesmo por falta de tradução ou pela popularidade do termo em inglês. É bacana ter uma noção da diferença entre eles pois facilita muito quando vamos procurar por inspirações pela internet.

  • Caligrafia: Arte de bem apresentar as letras através da escrita. Na caligrafia nós escrevemos passando a ferramenta escolhida apenas algumas vezes no papel e tá pronto!
  • Lettering: Arte de encaixar letras através do desenho delas, formando uma composição única. No lettering nós desenhamos passando a ferramenta escolhida várias vezes no papel, até atingir o resultado planejado. O planejamento da composição é muito importante e geralmente começamos por um rascunho à lápis.
  • Faux calligraphy ou caligrafia falsa: é a caligrafia feita com o intuito de imitar a caligrafia escrita com bico de pena ou pincel, sem usar essas ferramentas.

A caligrafia e a faux calligraphy (caligrafia falsa) são as duas formas de escrever que mais atraem as pessoas que querem escrever e ao mesmo tempo enfeitar o planner ou o journal. São essas duas que eu mais pratico e abordarei aqui no blog.

brush calligraphy sharpie tombow

Qual material usar
Eu costumo dizer que não há material errado para começar! Sério, até a caneta que você carrega todo dia serve. Haverá limitações, como não poder variar a espessura do traço aplicando pressão na caneta, exatamente como fazemos quando usamos um pincel ou bico de pena. Ainda assim, você pode usar uma caneta normal para reproduzir esses efeitos. Os materiais de base são: lápis, borracha, régua, papel e o material que tiver para escrever. Se usar tinta muito líquida você precisará de papel específico, caso contrário o papel envergará. Tudo depende da quantidade de líquido que irá depositar sobre o papel. É bacana fazer pequenos testes antes de começar. Às vezes o papel que você possui enverga um pouquinho, mas nada que atrapalhe se o seu intuito for apenas praticar.

faux calligraphy pen step by step como fazer calligrafia moderna

Começando com faux calligraphy 
Eu acho válido começar com faux calligraphy, usando a sua própria letra, por três motivos: é a mais simples de todas, você já tem o material em casa e aprendemos a observar melhor as partes das letras. Isso ajuda bastante quando vamos tentar aprender caligrafia usando um pincel. Nas fotos acima e abaixo eu usei papel para impressora e caneta preta Paper Mate Flair M, mas pode ser o que vocês tiverem por aí.

Passo-à-passo para faux calligraphy 
1) Escreva as letras do alfabeto usando a sua letra um pouco mais aberta e mais espaçada do que o normal.

2) Agora, letra por letra, identifique as partes que você escreveu fazendo um movimento para baixo com a caneta. Exemplo da letra “e”: começamos com um traço para cima e depois descemos.

3) Para cada movimento feito para baixo, adicione um traço com o mesmo formato dessa parte da letra (foto acima). Dica: esse traço pode ser para dentro da letra, para fora ou ambos. Você quem decide isso conforme o que julgar que ficará mais bonito.

4)Pinte a área onde desenhou esse traço adicional (foto abaixo).

faux calligraphy pen step by step como fazer calligrafia moderna

Precisa de ajuda para começar? Baixe o freebie!
Quer começar agora mesmo? É só baixar, imprimir e escrever por cima! Fácil, fácil! Depois de compreender bem como faux calligraphy funciona, aventure-se a fazer as letras de outras formas! Por exemplo, eu não gostei muito do meu D e K, então da próxima vez que eu for praticar tentarei melhorar essas duas letras! Se postarem fotos nas redes sociais, me marque ou usem a hashtag #calligraphy101! Vou adorar ver acompanhar vocês!

download_freebie

Gostaram do post? Gostariam de mais posts como esse? Deixe sua opinião aqui nos comentários! :-*

Post relacionados
Como usar aquarela no journal
Como guardar lápis e canetas
Dicas para melhorar a sua letra

Por que ainda há pessoas que usam papel e caneta para se organizar e estudar?

planejamento caderno caneta produtividade trabalho organização pessoal e estudos

Opções de aplicativos para organização pessoal ou estudos não faltam. Aliás, são tantas opções que a gente vai logo baixando uns 3 para experimentar e escolher o que mais gostar. Apesar de eu mencionar apenas o uso do papel para organização, eu já usei ferramentas digitais (por anos!). E mesmo assim, gradualmente eu fui voltando a usar papel. Além de preferência pessoal, o papel nosso de cada dia possui algumas vantagens que ferramentas digitais não são capazes de reproduzir. Mas, quais seriam, então, os benefícios de usar papel e caneta? Não seria mais prático manter toda a nossa organização pessoal no aparelho que mais usamos no dia-a-dia e que não sai do nosso lado nem mesmo na hora de dormir?

Já passamos muitas horas na frente de uma tela
A grande maioria das pessoas passam muitas horas na frente desse retângulo brilhante. Seja para trabalho, estudo, lazer ou entretenimento. Computadores e dispositivos móveis tendem a nos deixar mais agitados, com urgência de terminar tudo logo. Quando usados à noite, o brilho dessas telas podem afetar a qualidade do nosso sono. Usar papel e caneta é uma oportunidade para nos afastar um pouco dessas tarefas rotineiras e relaxar.

usar papel caneta para se organizar e estudar

É mais fácil organizar as ideias 
Se ficamos mais relaxados e com menos pressa, obviamente que será mais fácil organizar pensamentos e ideias. Podemos inclusive fazer um rascunho bem rapidinho, separando a informação em colunas de vantagem e desvantagem ou fazendo um mapa mental. Quando temos um teclado na nossa frente isso não acontece tão fácil assim. Temos esse impulso de construir frases corretas logo de primeira, antes mesmo de ter pensado na organização geral do texto. Se decidirmos escrever em colunas, bem, você vai ter que parar o que estava pensando por alguns segundos para procurar o menu ou o botão que configura o texto em colunas. Talvez até mesmo mudar de programa, já que não é todo editor de texto que faz mapa mental. Em outras palavras, ferramentas digitais criam uma etapa a mais enquanto estamos pensando.

como fazer anotações em sala de aula universidade faculdade escola

Aprendemos melhor com papel e caneta  
Sim, aprendemos melhor e retemos melhor a informação quando usamos papel e caneta. Com estes, temos uma grande liberdade para grifar com outra cor, desenhar ou esboçar um gráfico. A escolha é feita de acordo com o que for mais apropriado para nós e segundo nossa interpretação. Além disso, as folhas avulsas podem ser facilmente colocadas lado a lado para comparações. Podemos usar uma lousa ou montar um mural para ter sempre à vista. Com eletrônicos a tendência é anotar quase que palavra por palavra do que ouvimos, comparações entre páginas e arquivos ficam restritas ao tamanho da tela (ou telas, caso uso mais de um monitor).

work trabalho dicas produtivo
O que os olhos não vêem, o coração não sente
Planner, caderno ou agenda são dificilmente ignorados. Você até pode não ter o hábito de usá-lo como deveria, mas eventualmente você vai se deparar com ele e você vai lembrar que tem um monte de coisas para faze/resolver para então, riscar aquela tarefa. E como é bom riscar as tarefas feitas! Eu não sei vocês, mas quando eu olho para o meu computador, celular ou tablet, eu lembro de um monte de coisas como Instagram, ver vídeos no Youtube, verificar a caixa de email, finalizar aquele projeto bacana, etc. Raramente eu vou olhar para um desses objetos e lembrar do que eu planejei para a semana, seguindo prioridades e datas limites.

mural produtividade usar papel e caneta criatividade

Papel e caneta nos ajuda a ser mais produtivos
É claro que não dá para usar papel para organizar tudo, principalmente quando trabalhamos ou estudamos com outras pessoas e todos precisam ter acesso a mesma informação. Também não dá para imprimir todo e qualquer conteúdo que precisamos ler. Papel e caneta não possuem lembretes sonoros para nos ajudar a não esquecermos de coisas importantes. E assim como ferramentas digitais, podem nos deixar na mão (podemos perder, molhar, ser roubado, etc). Quem usa papel e caneta os usa por saber que serão mais produtivos dessa forma, até mesmo quando o uso de ferramentas digitais se faz necessário em algum momento. Afinal, que maneira melhor de eu saber o que escrever neste post senão começando por um brainstorm de ideias seguido de um rascunho dos pontos-chaves? Do contrário eu ainda estaria aqui, admirando o cursor, vendo-o piscar incessantemente para mim.

Sobre algumas informações citadas no texto
Artigo sobre os impactos do uso do papel e caneta versus computador no aprendizado (em inglês)
Alta exposição aos smartphones pode atrapalhar o seu sono (em inglês)

Posts relacionados
Como fazer anotações em sala de aula
Diferença entre tarefa e compromisso
Como organizar a rotina de forma eficiente
Como planejar a semana like a boss

Unboxing e resenha: Comprinha na loja Blitsy

unboxing blitsy travelers notebook tombow brush pen happy planner

Yay! Adoro comprinha que chega pelo correio! A espera é chata, é bem verdade, mas a surpresa do carteiro chamar e a emoção ao abrir o pacote compensam! Eu demorei bastante tempo para fazer esta compra na Blitsy, basicamente por dois motivos: o shipping é meio caro e nem sempre tinha uma promoção que me interessasse. Será que a compra vale a pena? Quer ver o que eu comprei? Continua lendo que no final deste post tem até vídeo de unboxing.

Experiência de compra
O site da Blitsy é bem fácil de usar e encontrar o que queremos. Na página principal já sabemos qual é o cupom de desconto ou desconto vigente na semana. Os itens no carrinho duram apenas uma hora, depois disso o carrinho é esvaziado. Não se sinta pressionada por isso. Tome seu tempo para olhar tudo, ter tempo de pensar e fazer boas escolhas. Uma vez finalizada a compra é possível acompanhar a montagem do seu pacote. Nem sempre eles possuem todos os itens, então pode demorar alguns uns dias para receberem todos os itens e finalizarem a montagem do pedido. O meu pacote possuia um código de rastreio da UPS que não informou a localização do pacote, apenas o envio. Preferi esperar tranquila (mas anotei no planner para não esquecer, é claro!) e chegou tudo direitinho aqui em casa.

Data da compra: 16 de junho
Data do envio: 22 de junho (USA)
Data de chegada: 5 de julho (Canada)

blitsy tombow brush pen orchid 673

Vale a pena?
Pra mim valeu muito a pena. Eu comprei produtos que eu não encontro na minha cidade e nunca encontrei num dos meus passeios aos EUA. Esperei ter o cupom de desconto de 50% e fiz a compra (com o meu próprio dinheiro). Para quem mora no Brasil é necessário considerar os impostos de importação e taxa dos correios, já que a alfândega pode tributar o seu pacotinho.

Como eu fiquei sabendo dos descontos
Para não ter que ficar acessando o site com muita frequência, eu optei por fazer o cadastro e receber os emails com as novidades. Assim só entro lá quando tiver o desconto que eu quero e quando estiver decidida em fazer a compra. Se você também quiser se cadastrar no site, você pode usar o link abaixo. Com ele você receberá 10$ de desconto para gastar na primeira compra feita até 24 horas após se cadastrar no site da Blitsy. Eu receberei 10$ também para serem gastos lá, caso você efetue uma compra. Eu usarei esse crédito para comprar produtos e fazer resenhas aqui no blog! Bacana, né? Se der certo faço até votação aberta para vocês escolherem o item que quiserem que eu compre e resenhe.

blitsy cupom referral link

Minha compra
Fiz um vídeo com o unboxing dessa comprinha, já fazendo uma mini resenha do traveler’s notebook. Abaixo deixo o nome direitinho de cada um dos produtos que comprei.

Transfer folder da Heidi Swapp
Extension pack para Happy Planner
Traveler’s notebook Color Crush na cor natural
Tombow dual brush pen, cores orchid (673) e sea blue (373)

Gostaram do post? Querem ver mais unboxing e informações sobre lojas? Deixe seu comentário aqui em baixo🙂

Outros posts
Como fazer cadernos sem costura
Os 5 erros mais comuns de quem usa planners
Decoração da semana usando lápis de cor

Resenha: Caneta gel Pilot G-2 0.7mm

ink colors pilot g 2 07 metalic gel pen review caneta

Canetas, canetas, canetas! Impossível ter demais, né? Principalmente canetas gel coloridas! Eu fiquei um bom tempo sem comprar canetas porque, além de não precisar, já tinhas as minhas preferidas (as da MUJI, resenha aqui). Quem acompanha o mundo plannerístico sabe que a novidade, já há algum tempo, são as canetas Pilot G2 e InkJoy Gel. Eu optei pela Pilot G2 e a Pilot G2 Metallics simplesmente porque além de mais baratas, tinham mais cores diferentes das que eu já tenho em casa. Menos blá, blá, blá e mais resenha, por favor, nos próximos parágrafos🙂

Modelo
Pilot G2, disponível em 15 cores e 4 pontas diferentes (0.38, 0.5, 0.7 e 1.0 mm)
Pilot G2 Metallics, disponível em 8 cores na ponta 0.7mm

Ponta
Esferográfica

Corpo
Redondo, ergonômico, possui clip e é emborrachada na parte de segurar a caneta

Teste de escrita
Essa caneta é uma delícia, bem macia mesmo. Em parte, essa maciez é devido a ponta 0.7mm, há muito pouco atrito contra o papel. Nos testes que eu fiz aqui, a tinta demorou 6-8 segundos para secar. Provavelmente não é a melhor opção para canhotos (eu não sou canhota).

ink colors pilot g 2 07 metalic gel pen review caneta

As cores
Esse é um quesito que eu sempre considero ao comprar uma caneta nova. No dia-a-dia as cores azul ou preta são as mais usadas, com certeza. Mas, para quem gosta de escrever colorido, rabiscar alguns desenhos no canto da folha ou usar color coding (código de cores), ter variedade faz toda diferença. A Pilot G2 com certeza me deixou bem satisfeita com as opções pois ela vai além do rosa, roxo e azul claro. Abaixo vocês podem apreciar uma amostra das cores das canetas que eu comprei. A primeira, Burgundy, é a mais bonita de todas, na minha opinião.

ink colors pilot g 2 07 gel pen review caneta

Posso usar essa caneta no meu planner ou caderno de bullet journal? 
Sim! Como eu já expliquei por aqui, canetas com tinta gel não vazam para o outro lado da folha. Exceto se usá-las para pintar algum desenho, com várias passadas de tinta no mesmo lugar.

ink colors pilot g 2 07 metalic gel pen review caneta

Posts relacionados
Como guardar canetas
Código de cores e símbolos do bullet journal
Meu organizador de canetas e sugestões de como você pode fazer o seu