Estuda, garota! – Rotina de estudos (parte I)

estudos organização como estudar rotina de estudos trabalho

Sabemos que rotina boa é aquela executada diariamente até que se torne um hábito. E no caso de estudos a equação geral para o sucesso é diretamente proporcional ao número de horas que você passa com o seu lindos olhinhos percorrendo letras ou número de uma forma que tudo faça sentido na sua cabecinha. Eu realmente não preciso escrever inúmeros parágrafos para que você confirme o que já sabe. Então, nesse post eu falarei sobre o assunto de acordo com a minha experiência, focando na parte de rotina. Como eu sempre costumo dizer para as coisas de agendas, não existe certo ou errado. O que existe é um método que funciona para você, que inclusive, pode evoluir com o tempo.

Apenas para contextualizar, eu fiz três cursos diferentes em área de conhecimentos diferentes com público alvo e rotinas de estudos distintos. Além disso, foram 3 momentos diferentes da minha vida. E é por isso que eu vou dividir a experiência que quero compartilhar em duas categorias, a primeira onde eu fui estudante profissional e na outra onde eu fui profissional que estudava.

estudos organização como estudar rotina de estudos trabalho

Estudante profissional
Estudante profissional é aquele cuja atividade principal é estudar. Pode ser vestibulando, estudante universitário ou concurseiro. Quando eu fui estudante profissional eu estudava um número igual ou maior ao número de horas de estudo em sala de aula. Então, se eu tinha 4 horas de aula por semana de uma única disciplina eu dedicava, no mínimo, 4 horas semanais de estudo em casa para essa mesma disciplina. Quando a disciplina era centrada na realização de projetos com entregas parciais semanalmente eu dedicava 2-3 vezes o tempo de sala de aula. Quando eu estudava em tempo integral (disciplinas no período da manhã e tarde) eu me esforçava ao máximo para deixar o final de semana livre, mas nem sempre foi possível, porque nessa época eu não conseguia estudar muito depois das 10 da noite e eu dormia de 8 à 9 horas por noite.

Se você se encaixa nessa categoria é importante entender (e aceitar) que os estudos devem ser priorizados e colocados em primeiro lugar na sua vida. Parece bobagem, mas quem nunca assistiu 3 episódios seguidos do seriado preferido e aí ficou sem tempo para estudar? Disse para si mesmo, “Ah, tudo bem!  Amanhã eu estudo e recupero.” E o que é que fez no dia seguinte? Claro que assistiu mais três episódios! o/ (<- eu levantando a mão, rs). Também não precisa ser uma relação de escravidão, se não quiser. A questão é, se você é estudante profissional deveria encarar os estudos como profissão, isso quer dizer, estudar no mínimo 8 horas por dia.

Profissional que estuda 
Profissional que estuda é aquele cuja atividade principal é o trabalho, deixando os estudos em segundo plano. Nesse cenário incluo também as mães e donas de casas, que muitas vezes até fazem uma jornada de mais de 8 horas por dia. Para essas pessoas fica difícil manter uma rotina de estudos diária com várias horas seguidas. Estude sempre que puder, tentando evitar o momento antes de dormir, onde o cansaço vai acabar ganhando. Quando eu tive que conciliar estudo e trabalho eu acabei reduzindo minha hora de sono para 6 horas e meia, estudava na pausa do almoço (quando levava refeição de casa, 20-30 minutos) sempre que necessário, estudava depois da aula (40-60 minutos por dia) e finais de semana. Eu repunha parte do sono no sábado de manhã ou no domingo depois do almoço. Nessa época meu curso não era muito exigente, mas o último ano acabou me sobrecarregando bastante. Ao meio dessa correria toda eu tentava deixar pelo menos 1/3 de um dia por semana para lazer. Cada um sabe onde aperta o calo, então se achar que precisa de um dia inteiro ou o final de semana todo para relaxar reorganize os seus horários ou até mesmo, faça um número menor de disciplinas por semestre.

estudos organização como estudar rotina de estudos trabalho

Se você se encaixa nessa categoria é importante entender (e aceitar) que você vai estudar sempre que der. Mas atenção, não existe milagres. Se não há horas o suficiente para acompanhar os estudos, as reprovações vão acontecer, juntamente com dias de trabalho com muito sono. Nesses casos é melhor repensar a quantidade de disciplinas cursadas por semestre, principalmente se você já trabalha na área e faz o curso somente para formalizar um conhecimento que já tem. Procure aconselhamento pedagógico na sua instituição, eles podem orientar nessa decisão principalmente apontando uma nova grade de disciplinas para você fazer o curso em um tempo que não excede o tempo máximo do curso.

Estudar é uma atividade a longo prazo
Sabe as frases “Devagar e sempre” e “Devagar se vai ao longe”? Então, é a mesma coisa com estudos. De nada adianta se matar dois dias da semana e deixar o restante da semana de lado. Precisa ser todo dia ou o mais perto disso que conseguir, nunca esquecendo também de descanso e lazer. É algo que pode durar 3-5 anos, alguns casos até mais. Por isso, é muito importante que você seja honesto consigo mesmo na rotina de estudos. Vai te poupar sofrimentos, pressão extra em provas substitutivas e, em último caso, o grande stress que é fazer a disciplina novamente.

Quanto tempo por dia você tem para estudar? 
Você já parou um momento para analisar quanto tempo de fato tem para dedicar-se aos estudos? Ou fica só naquela “Mais tarde eu estudo!” e esse mais tarde nunca existe? Acho que assim como é importante você saber qual é o seu perfil (estudante profissional ou profissional que estuda), é importante também você ter uma análise de tempo das atividades que ocupam o seu dia. Afinal, como planejar um dia de estudos sem ao certo saber quanto tempo se tem? Ou ainda, como planejar um final de semana tranquilo sem estudos se a quantidade de horas de estudo durante a semana é insuficiente?

Se você não tem a mínima ideia de quanto tempo você tem estudado, sugiro que você comece anotar suas atividades ao longo do dia durante uma semana para poder analisar o que precisa melhorar na sua rotina. Anote também as distrações durante os estudos e as coisas/situações em que te proporcionaram horas de plena concentração.

Por esse post é só! Tem mais na parte II.
Até a próxima e bons estudos.

Todos os posts desta série estão reunidos aqui.

Anúncios

Um comentário sobre “Estuda, garota! – Rotina de estudos (parte I)

  1. Pingback: Estuda, garota! – Nova série de posts sobre organização nos estudos | Meu Reino de Papel

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s