Como organizar e decorar a mesa de estudos ou trabalho

decoração journaling cards cantinho mesa estudo quarto trabalho

Quem não gosta de um cantinho todo organizado, bonito e cheiroso para estudar ou trabalhar? Daqueles que só de olhar a gente já tem vontade de sentar e ficar? Mas como organizar e decorar quando você não encontra ou não tem dinheiro para comprar todos os itens que gostou lá naquelas fotos no Pinterest? Por onde começar? Acompanha o post que eu te conto tudo.

Não tenha pressa
Organizar e decorar o seu cantinho é um projeto pessoal de longo prazo. Você provavelmente não vai arrumar tudo em um único final de semana mesmo, então para que a pressa? Comece por identificar os itens que mais usa e que será mais prático ter à disposição. Com isso você já vai saber que tipos de organizadores precisa. Escolha cores ou temas para a decoração, vai ficar mais fácil decorar se alguns itens possuirem algo em comum. Para os itens mais caros, economize o dinheiro, procure por soluções alternativas mais baratas ou espere por promoção ou data especial para se auto presentear.

Reutilize e renove itens usados
Eu gosto de começar com o que eu já tenho, principalmente quando não estou certa ainda exatamente do que preciso. Alguns dos projetos da faculdade precisavam de uma mesa maior onde eu pudesse cortar papel com estile, fazer trabalho de artes, etc. Eu fazia isso na mesa da cozinha e nem preciso dizer o quanto isso era ruim. Quando trocamos a mesa do computador resolvi usar a antiga para deixar somente para execução desses projetos. A faculdade terminou e eu continuo usando ela para trabalho, apenas adicionei um tampo branco novo em cima. Uma outra opção seria usar papel contact na cor ou estampa que preferir, caso queira customizar o tampo e gavetas.

decoração journaling cards cantinho mesa estudo quarto trabalho

Organizadores de mesa e de parede 
Eu falei como organizar canetas e como armazená-las em um outro post (links no final deste post), então não falarei sobre isso aqui. Com certeza usar copos e canecas é a forma mais fácil e rápida de descobrir se você realmente precisa desses itens à disposição, quais mais usa ou se prefere tudo em estojos para utilizar o espaço para outra coisa. Organizadores de parede são mais difíceis de achar nas lojas. Vale a pena dar uma olhada nas opções de organizadores para cozinha e banheiro, pois algumas peças são super neutras e irão combinar com qualquer coisa. Outras opções são prateleiras estreitas e nichos (aqueles retângulos ou quadrados de madeira).  Lembre-se apenas que a grande maioria dessas opções precisarão ser fixadas na parede com parafuso e não são para armazenar itens pesados.

Organização para mesas pequenas
Fica difícil ter organizadores, material e decoração se a sua mesa for pequena ou possui pouco espaço livre porque o computador ocupa a maior parte dela. Nesses casos você pode organizar kits de acordo com as suas atividades, colocando em caixas ou pastas, o que for mais apropriado. Assim, você só coloca na mesa o que for usar no momento e não precisa sair à caça desses objetos toda vez que for fazer algo. Exemplo de kits: 1) pasta com informações de clientes, livros de referência e caderno de idéias; 2) papel milimetrado, di-log, monolog, régua grande e canetas coloridas. Ter uma estante pequena próximo à sua mesa pode ajudar a organizar todo o seu material.

decoração journaling cards cantinho mesa estudo quarto

Decoração da mesa e da parede
Essa parte é bem subjetiva, tem quem goste de tudo bem clean e minimalista, já outras pessoas preferem bem decorado e colorido. Eu tendo a variar entre os dois estilos e por isso compro objetos de decoração que possam ser usados em outros lugares da casa também. Uma boa alternativa para decoração de parede sem parafusos é o uso de papel para scrapbook, imagens impressas ou cartões feitos à mão e washi tape. Foi o que eu fiz na parede do meu cantinho. Reuni alguns recortes de papel para scrapbooking e journaling cards, ensaiei algumas composições na mesa e fixei na parede a composição que mais gostei. Se você curte aquarela e lettering, esta é uma ótima forma de expor algumas de suas artes. Frases de motivação são perfeitas para as paredes! Caso não goste da ideia de usar washi tape, é possível usar moduras de quadros para fazer um varalzinho. Aí é só usar mini pregadores para prender os papéis. Por último, eu gosto de adicionar alguma plantinha. Minhas favoritas são as suculentas.

Decoração extra para quando sobra espaço 
Use e abuse de objetos que você possue e os acha bonito. Pode ser um livro, planners em uso, rolinhos de washi tape empilhados, lápis coloridos, porta-retrato, origami, etc. Tente combinar objetos de diferentes tamanhos (preferencialmente pequeno, médio e grande) para que sua decoração fique interessante e harmoniosa. Preencher quase todo o espaço livre com o que achar bonito não só vai encher os seus olhos como vai dar uma sensação de lugar aconchegante.

Cheirinho bom 
Velas perfumadas, incensos e óleos esenciais são ótimos para perfumar o ambiente. Eu os uso com moderação, geralmente prefiro o cheirinho de chá ou café que eu faço todo dia.

decoração journaling cards cantinho mesa estudo quarto

Tem alguma dica de decoração que não foi mencionada aqui? Compartilhe nos comentários 🙂

Posts relacionados
Como guardar lápis e canetas
Meu organizador de canetas e como você pode fazer o seu
Estuda, garota! – Ambiente de estudo

Estuda, garota! – Como fazer anotações em sala de aula

como fazer anotações em sala de aula universidade faculdade escola

Só prestar atenção ou anotar tudo o que o professor fala? De que adiantar anotar se tem tudo no livro? A grande maioria dos estudantes já se fez essas perguntas. Aprender como nós compreendemos e anotamos o que o professor diz é um processo de aprendizado pessoal por si só. Nesse post eu descrevo o que você precisa fazer, observar e considerar para ter um caderno de anotações de aula que realmente vai te ajudar nos estudos.

Estude o conteúdo antes da aula
Leia o material, grife o que for importante e marque em vermelho as dúvidas. Quando fizer as anotações em sala de aula nem tudo vai ser um completo mistério porque você já vai ter um conhecimento prévio do assunto. Estudar antes da aula te dá uma oportunidade de ouro de tirar dúvidas na mesma aula. Você irá identificar rapidamente exemplos e outras informações que não estão no livro. E essas informações, meu caros, vocês vão anotar no seu caderno sorrindo! Nã há nada melhor que voltar para casa cheio de si, pronto para já começar a fazer aquela lista de exercícios (e quem sabe ter um final de semana para descanso).

Imprima slides com espaço para anotações
Tem professor que usa slides como material de apoio para as suas aulas. Um tópico pode render 10 minutos de explicação, e claro que você não vai lembrar de tudo depois. Se preferir, use os slides impressos para fazer anotações, vai te salvar tempo no momento de escrever.

como fazer anotações em sala de aula universidade faculdade escola

O professor apresentou os itens numerados em slides diferentes, mas eu os reuni de forma resumida pelo tópico central. (texto em francês, desculpa, mas não tenho mais notas em português de cursos anteriores 😦 )

Escreva o que você compreendeu
Não tem nada pior do que ler as suas anotações e não entender nada do que está escrito. Durante a aula seguimos a linha de pensamento do professor e tudo faz sentido, mas quando estamos sozinhos não conseguimos o mesmo entendimento a partir de frases soltas ou apenas palavras-chaves anotadas. Por isso o mais importante é anotar aquilo que você compreendeu no momento da explicação, usando as suas próprias palavras. Leva um pouco de tempo e prática para ser capaz de ouvir, refletir, traduzir para a sua linguagem, escrever e continuar escutando o que o professor está falando. Não desista, a prática leva a perfeição. E você vai ter muita aula para praticar.

Use símbolos e abreviações quando conveniente
Escolha alguns bem fáceis de desenhar/escrever e que resumam bem o que deveria anotar. Pense neles como as placa de trânsito: você bate o olho e a sabe o que significa. Primeiro e  segundo viram 1o, 2o. Aumento vira setinha para cima, diminuição, setinha para baixo. Maior, menor, igual e diferente eu uso os símbolos matemáticos. E por ai vai.

Formate o seu texto
Se as suas notas estiverem estruturadas será mais rápido encontrar o ponto que precisa adicionar alguma informação importante. Nem sempre o professor explica tudo de forma linear, às vezes ele volta a pontos anteriores, principalmente na hora de comparar. Não se esqueça que podemos fazer listas, diagramas, ate mesmo um desenho rápido se for apropriado. Se datas forem importantes não tenha medo de anotá-las em destaque. Então já sabe, da próxima vez que o professor disser “Os 3 fatores principais…”, não escreva isso com todas as letras! Faça em forma de lista numerada! Deixe espaço vazios nas partes que acredita que poderá complementar quando estudar em casa.

como fazer anotações em sala de aula universidade faculdade escola

Minhas anotações sobre este post 🙂

Não deixe as dicas do professor passarem desapercebidas
Um professor às vezes tem só 60 minutos para cobrir capítulos inteiros. Ele sabe o que é importante para os seus alunos, sabe até o que ele vai colocar na prova. Tem professor que avisa com todas as palavras “questão de prova”,  já outros são mais discretos e apenas dizem “não esqueçam” ou “importante lembrar…”. Aprenda a identificar como cada um dos seus professores se expressam, e no momento que eles disserem não deixe de anotar no seu caderno. Eu uso a letra “P” para indicar possíveis questões de prova.

Escreva em colunas
Dependendo da disciplina tudo o que você irá anotar está na forma de texto, aliás, muito texto. Nesses casos eu prefiro dividir a página ao meio, criando duas colunas. Fica mais fácil continuar escrevendo na linha debaixo e mais rápido ler o que já escreveu.

Professor vai rápido demais, não consigo fazer tudo direitinho
Não se esqueçam: caderno de anotações não é obra de arte! Ele precisa ser funcional e ter um mínimo de organização para você se orientar. Beleza fica lá em último plano. Aliás, perfeccionismo não combina com anotações rápidas. É necessário se adaptar ao ritmo do professor também. Se você se pegar confuso ou muito para trás, anote palavras-chave e deixe um pedaço em branco para completar depois, e continue com ele. Não interrompa o colega do lado ou desanime. Tente acompanhar daquele ponto em diante. Com o tempo você pega o jeito!

É isso, espero que tenham gostado do post e até a próxima!

Post relacionados 
Todos os posts desta série estão reunidos aqui.
Já viu o meu Planner de Estudos? Saiba mais aqui.

Estuda, garota! O que fazer na primeira semana de aulas

como estudar vida de estudante faculdade universidade

Não importa se você está ansioso para a volta às aulas ou se você até evita pensar nesse assunto. Esse dia chegará, mais cedo ou mais tarde do que você imagina! Em um outro post dessa série eu falei como se preparar para o retorno às aulas. Não leu esse post? Então sugiro que comece por ele, vai fazer mais sentido. Clique aqui óh!  Neste post eu vou sugerir uma série de coisas que podem ser feitas na primeira semana de aula, a mais light de todo o calendário acadêmico, rs. Vou supor que você já fez todos os preparativos que eu sugeri no post de volta às aulas, OK?

Mate a saudades dos amigos e faça novas amizades
Reencontrar velhos amigos e colocar o assunto em dia é uma delícia! Curta este momento e aproveite o tempo livre para sair com eles ou fazer algo juntos. Não deixe de conhecer também novas pessoas que farão a disciplina durante um semestre todinho com você. Aos mais tímidos, tente se apresentar ao menos à pessoa que sentou próximo à você no primeiro dia.

como estudar vida de estudante faculdade universidade

Resolva qualquer pendência com a faculdade/universidade 
Precisa pagar alguma multa na biblioteca? Entregar algum documento na secretaria? Ajustar o horário de aulas? Exame médico para usar a piscina? Resolva essas pequenas pendências o quanto antes, sobretudo na primeira semana quando até algumas aulas podem terminar mais cedo. Não deixe para depois.

Planeje refeições e lanches 
Isso pode ser feito até deitado no sofá! O truque aqui é identificar o que precisa comprar e fazer para que você não tenha que recorrer tanto assim à lanches nada saudáveis todo santo dia. É uma forma também de planejar quanto vai gastar comendo fora de casa. Uma vez isso decidido, faça a sua lista de compras. Guarde a lista de compras dos itens que precisará comprar semanalmente (especialmente frutas, legumes e verduras) e escolha um dia da semana para essas compras.

como estudar vida de estudante faculdade universidade

Diga adeus às férias, elas não te pertencem mais 
Hahaha meio dramático isso, não? Mas escolha uma atividade de lazer que goste bastante e que sabe que é difícil de fazer durante a correria do semestre. Eu escolho essa atividade para encerrar as minhas férias com chave de ouro e dizer para mim mesma: “Meu tempo livre foi ótimo, estou pronta para retomar os estudos!”. Minha atividade preferida atualmente é ir à um museu de artes (culpa do curso de design) seguida de uma longa caminhada. Mas já foi andar de bicicleta com amigos, passear no centro da cidade vizinha, assistir um filme com as amigas para fazermos as unhas, e por aí vai.

Atualize seu planner, calendários e materiais de estudo 
Primeira semana de aula geralmente é bem tranquila, mas é uma semana com várias informações importantes como datas de provas, temas de trabalhos, escolha da dupla ou equipe para aulas experimentais e assim por diante. Atualize seu planner, calendários (de papel e do celular, o que você usar) e organize o materiais de estudos. Se for necessário a compra de livros, apostilas ou xerox, providencie tais coisas. Imprima tudo o que achar necessário para ajudar na sua organização. Aliás, como está os cartuchos de tinta da impressora? Precisa comprar mais?

como estudar vida de estudante faculdade universidade

Desfaça as malas e coloque tudo no lugar 
Para quem estuda longe de casa e mora em república ou sozinho, não deixe a arrumação da casa para depois. Eu sei que dá preguiça e aquela sensação de semana tranquila vai fazer você procastinar essa tarefa até o último minuto. Aproveite o tempo livre para organizar e deixar tudo mais fácil para a rotina do dia a dia. Deixe o que sempre usa à vista. Escolha um lugar fixo para chaves, mochila, celular, óculos, livros, etc. Faça uma lista completa de compras e reabasteça a casa.

Identifique as disciplinas mais exigentes, as mais difíceis para você e os horários vagos 
Geralmente depois de conhecer os professores, os horários, os locais de aula e as disciplinas é possível predizer como será a sua rotina. Reflita sobre isso e com a ajuda do seu horário de aulas monte o seu horário do dia inteiro para a semana. Identifique janelas no horário que poderá ir à biblioteca para estudar, dias mais tranquilos para relaxar, passear, fazer compras, limpar/organizar a casa, etc. Ter consciência disso não só ajuda a focar no que precisa ser feito como a remanejar algumas atividades por motivos diversos ou por pura necessidade de um tempo para si mesmo!

Espero que tenha gostado deste post e bom ano letivo para todos 🙂

Todos os posts desta série estão reunidos aqui.
Já viu o meu Planner de Estudos? Saiba mais aqui.

Estuda, garota! – Como organizar material de estudos

estuda garota como organizar material de estudos universidade faculdade vestibular

Quando se trata de organização pessoal eu costumo dizer que não há certos e errados, mas sim o que funciona para você. Com estudos não poderia ser diferente, já o material a ser utilizado pode variar de disciplina para disciplina. Por conta disso, eu prefiro sempre me adaptar aos materiais usados, tentando encontrar um denominador comum, por questões de praticidade e de reduzir o material que eu terei que carregar.

Materiais didáticos ou de leitura obrigatórias (livros, apostilas, xerox, etc)
Esses materiais que já possuem uma encadernação própria eu os mantinha assim, exceto os xerox com muitas folhas encadernados em espiral. Estes, quando possível eu desmontava, deixava o conteúdo até a próxima prova e encadernava novamente. Eu fazia isso porque eu detesto carregar peso à toa. Se você não precisa levar os livros com você, eu recomendo ter uma cópia (xerox, por exemplo) daquelas páginas do livro que possuem um resumo junto ao seu material de aula. Esse resumo também pode ser feito por você. São úteis para não ter que ficar percorrendo o caderno ou o livro para encontrar o que precisa.

startup-photos

Materiais de apoio (slides impressos, folhas avulsas, lista de exercícios, notas de aula etc) 
Esses eu costumo manter todos juntos. Caso eu use caderno para as notas de aula, usarei uma pasta L ou com múltiplas abas para organizar o restante. Muitas folhas avulsas geralmente são grampeadas ou colocadas em um fichário.

Arquivos digitais 
Se forem apenas de consulta não muito frequente, eu os mantenho em pen drive, organizado-os em pastas das disciplinas, com backup no computador de casa. Se forem arquivos que preciso acessar durante a aula, farei backup também em algum serviço na nuvem (como Dropbox, Box, etc). Se por algum motivo você não puder utilizar internet durante a aula, use 2 pen drives ou o seu notebook e um pen drive/HD externo. Mantenha-os em locais diferentes (um no estojo e outro na mochila), para minimizar as chances de perder os dois juntos. Se um estragar bem no final do semestre, tem o outro e você não não fica desesperado, rs.

woman-notebook-working-girl

As opções para organizar anotações e papéis 

Cadernos – mais baratos e mais fáceis de escrever, dificultam organizar o material de apoio. Precisará usar uma pasta ou fichário para usar em conjunto.
Caderno Arc/discos – permite a inserção de folhas, mas os discos possuem uma capacidade máxima. Se tiver muito material, precisará de mais de um caderno desses, mesmo usando as argolas de expansão. Para que a inserção de qualquer folha seja fácil e prático, é necessário a compra do furador próprio. Assim como os cadernos convencionais, poderá ter que usar uma pasta em conjunto.
Pastas plásticas (L, com elástico ou com múltiplas abas) – Boa para usar em conjunto com os cadernos se você possuir pouco material impresso para a disciplina, já que cada pasta dessa não comporta muitas folhas.
Pasta sanfonada – Permite a organização do material por abas, possui um limite máximo de folhas e pode ser um pouco difícil procurar por uma folha específica dentro da pasta. Será mais fácil retirar todo o material de uma aba e olhar na mesa.
Fichários – umas das formas mais populares, já que é fácil organizar as folhas e o furador pode ser encontrado facilmente nas papelarias. Junto com o uso de divisórias e sacos plásticos, fica muito fácil organizar o material. Com ele há a possibilidade de manter todo o material de cada disciplina em um lugar só.
Bolsa/pasta grande – em disciplinas de artes geralmente temos papéis bem fora do tamanho convencional para carregar pra cima e pra baixo. Se somente os trabalho precisam ser transportados, há a possibilidade de fazer uma pasta grande usando cartolina e fita adesiva para proteger o trabalho durante o transporte.

calculator-scientific

Dicas

  • Considere a sua rotina atual e como você se locomove até a sala de aula. Se você usa transporte público, e além do material de estudos carrega bolsa, refeição e lanches, vai ficar complicado e super pesado carregar tudo sempre. Considere dividir o seu material por disciplinas ou por dias da semana (um kit para segunda à quarta e outro para quinta à sábado, por exemplo).
  • Tem um celular bom ou um tablet? Já pensou em colocar nele os slides da aula e fotos das folhas de resumo dos livros? Organize tudo por pastas para facilitar.
  • Use post-its para separar a matéria nos livros/apostilas por data de aula, capítulos ou da forma mais eficiente para você.
  • Se o seu curso ou disciplina tiver projetos ou estudos de casos que demoram quase um mês para terminar, considere ter uma divisória só para eles.

É isso! Espero que tenham gostado, qualquer dúvida/sugestão deixem aqui nos comentários e bons estudos!

Todos os posts desta série estão reunidos aqui.
Já viu o meu Planner de Estudos? Saiba mais aqui.

Minha loja no Etsy: Planner de estudos

open

Estou super animada para compartilhar aqui um produto que coloquei à venda na minha lojinha, já faz um tempo. Como eu queria um desses na época de estudante! Todo semestre era a mesma coisa, provas, trabalhos, onde era a sala do professor, quando tinha plantão de dúvidas, o que tinha que ser lido para a próxima aula, etc. Cada coisa anotada em uma folha de papel, e vira e mexe, eu esquecia ou perdia tempo para achar a informação que procurava. Pois bem, sentei várias horas, analisei bem as informações que um estudante organizado e bem sucedido precisa controlar e, voilà! Nasceu o Planner de estudos!

quoteEle é todo preto e branco, com layout clean e minimalista para evitar distrações desnecessárias. Pode ser impresso em qualquer impressora, jato de tinta ou laser, na cor e gramatura de papel de sua preferência. Feito para imprimir em folha A4 frente e verso, para depois cortar e encadernar como quiser. Está disponível em três tamanhos, Personal, A5 e A4.

Ele não possui nenhuma marcação de ano ou semestre, assim você compra uma vez só e imprime sempre que precisar! Pode ser usado em conjunto com a sua agenda atual (mensal, semanal e/ou diário), o que eu realmente recomendo. O Planner de Estudos foi feito em português e comporta até 12 disciplinas por vez.

O Planner de estudos possui:provas

  • Capa com informações pessoais
  • Uma capa para cada uma das seções do planner
  • Informações úteis – secretaria, biblioteca, láb. de informática, lista de professores, controle de notas e faltas, horário de aula (segunda à sábado)
  • Programação das disciplinas – 4 páginas por disciplina para anotar o material, avaliações, trabalhos, datas importantes, matéria data em cada aula e o que deve ser feito após cada aula (leitura, listas, etc)
  • Plano de estudos para provas – 2 páginas por prova para anotar o que tem que ser estudado e também o seu progresso
  • Instruções de impressão, sugestões e dicas de uso

face

Se interessou? Então dê uma passadinha lá na lojinha The Jumping Fox para saber mais detalhes.

Tamanho Personal (9,5cm x 17,1cm)
Filofax Personal, Kikki-K Medium, Refax, Maiofax, adaptável para Tilifax ou encaderne com espiral

Tamanho A5 (14,8cm x 21cm)
Filofax A5, Kikki-K Large, Redfax, Maiofax, fichário A5, Arc ou Magic Notes A5 ou encaderne com espiral

Tamanho A4 (21,1 cm x 29,7cm)
Fichário universitário, Arc ou Magic Notes A4 ou encaderne com espiral

 

Estuda, garota! Volta às aulas

volta as aulas agenda organizacao pessoal o que comprar photo by Redd Angelo

Já estamos em agosto, segundo semestre de 2015! Algumas faculdades voltarão às aulas nas próximas semanas, outras já até começaram. Você já está preparada para encarar a rotina de estudos novamente? Provavelmente não, né? Já deu uma olhada no calendário procurando os próximos feriados? Esse processo de aceitação de retorno às aulas é normal. Afinal, sabemos como é difícil manter o foco e a rotina de estudos diariamente. Mas, pouco à pouco, entramos no ritmo e quando vemos, já estamos habituadas novamente e empolgadas com o que estamos aprendendo. Então, vamos lá! Para quebrar essa inércia toda basta se mexer e entrar em clima de estudos. Fiz um passo-à-passo para você voltar às aulas com tudo, e o melhor, bem organizada!

Passo-à-passo para voltar às aulas com tudo

Organize o ambiente de estudos
Melhor fazer agora, do que depois, que vira até motivo de procastinação para não estudar. Uma boa medida é começar logo pela sua mesa de estudos, se tiver uma. Se livre do que for lixo/reciclável, coloque as coisas no lugar e deixe-a arrumadinha para você. Ninguém tem vontade de estudar numa mesa bagunçada, não é mesmo? Então, capricha! É o seu cantinho para estudar bem tranquila. Se sobrar um tempinho extra poderá estender a arrumação ao seu quarto, guarda-roupa, prateleiras, livros, etc. Mas, atenção! Uma arrumação completa do quarto pode levar dias! Então, para não perder o foco, priorize a arrumação relacionada aos estudos.

canetas do estojo medio

Organize o material de estudo e itens de papelaria do semestre passado
Bom momento para saber o que realmente precisa comprar, o que pode ser reaproveitado e até mesmo limpar e lavar alguns itens. Comece pelo material do semestre passado e decida como ele será guardado. Eu geralmente passava tudo para um fichário ou pasta sanfonada velha. Raras vezes eu precisei consultar algo do semestre anterior. Nas ocasiões que isso ocorreram os resumões que eu fazia davam conta para sanar uma dúvida rapidamente, sem recorrer à livros ou apostilas. Peguei o hábito de deixá-los sempre na frente de toda papelada de cada disciplina. Material do semestre anterior iam para a última prateleira de baixo que eu tinha no quarto, e todos os itens de organização vazios (fichários, divisórias, pastas, etc)  já ficavam na prateleira logo acima, para serem usados durante o semestre.

O próximo item a ser arrumado é o estojo. Lembro-me nitidamente de sentar na cama com umas folhas de rascunhos com todas as canetas, lapiseiras, borrachas que eu tinha para decidir o que precisava ser jogado fora, o que eu seria doado, o que iria para a mesa e o que ficaria no estojo da mochila. Ligava a televisão, e pronto! Podiam esquecer de mim ali, rs.

E por último eu limpava a mochila. Se você transpira bastante, considere lavar nem que seja somente as alças para evitar mal cheiro. Verifique todos os bolsos a procura de pequenos lixos como embalagens de snacks, papel de bala ou recibos de compra.

Se no seu curso você utilizar jaleco, óculos de segurança ou outros equipamentos de proteção, considere fazer a limpeza desses itens também. A cada lavagem do meu jalecos novos furos apareciam devido à respingos de ácido.

lista de compras volta as aulas photo by Green Chameleon

Faça uma lista de itens que você já tem e dos que precisa comprar 
Com toda a arrumação feita é possível fazer a lista de compras, e também, uma lista do que não precisa comprar. Parece loucura, né? Mas como entre a arrumação e o dia de comprar material (que frequentemente se tornavam diaS, rs, a cada promoção a criatura entrava na papelaria), eu acabava anotando também o que eu já tinha em casa. Depois de ter 3 borrachas fechadas da mesma marca, muitas canetas pretas sem usar, eu me dei conta que a minha memória não é tão boa assim! Sem dizer que muita coisa sobra do semestre passado! Gente, não tem necessidade de comprar tudo de novo. Quem sabe sua lista gera uma economia para comprar algo mais caro e melhor ou até mesmo aquele planner que você está namorando faz tempo! Não tem vontade de gastar a economia? Ótimo! Engorde o porquinho 🙂

Organize arquivos digitais, pen drive e HD externo 
Quem aí está com o desktop (área de trabalho) lotada de arquivos soltos? o/ Bora arrumar isso! Eu sempre começo esvaziando a lixeira e a pasta downloads. Assim, se eu apagar algo por engano consigo recuperar facilmente sem procurar muito na lixeira. Não esqueça dos arquivos em pen drive/HD externo, caso os utilize. Depois que todo o material do curso está organizado eu faço um backup e já crio novas pastas, cada uma com o nome da disciplina do próximo semestre. Esvazio o máximo possível o pen drive e já crio as mesmas pastas das disciplinas nele. Se tiver tempo, continue a arrumação no restante do computador. A pasta documentos e a de fotos costumam ficar bagunçadinhas com o tempo.

Ah, não se esqueça de arrumar o celular também! Tem app que não usa mais? Remova-o. Tem atualização para fazer? Faça! E as fotos do celular? Estão com backup em algum lugar? Tem como apagar as fotos antigas para liberar espaço? E a pasta download? Pode apagar também?

filofax agenda fichario onde comprar copyright Filofax UK

Baixe o calendário acadêmico da sua faculdade/universidade 
Com tudo em ordem, é hora de fazer o download do calendário acadêmico! Veja as datas importantes como dias de rematrícula, semanas de prova (se já estiver marcada, depende da instituição, no meu nunca vinha marcado) e, é claro, feriados!! Salve o documento no computador, no celular, imprima se quiser. Deixe-o acessível.

Escolha uma forma de se organizar e já comece a atualizá-la 
Seja uma agenda, planner e/ou a ferramenta online do seu agrado, comece a marcar as datas importantes do calendário acadêmico. Anote também pequenos lembretes, uma semana antes de grandes datas: a semana de provas e também feriados. Assim você não perde nada de vista e ainda se organiza para aproveitar as folgas de estudos.

Ufa! Cansou só de ler? Eu também! É trabalho duro, mas vale a pena! E ninguém pode fazê-lo por você. Então, quanto antes começar, mais cedo terminará 😉

Se quiser ler os outros post desta série basta clicar aqui.
Tem também o post sobre como eu organizo os meus estojos.

Estuda, garota! – Rotina de estudos (parte I)

estudos organização como estudar rotina de estudos trabalho

Sabemos que rotina boa é aquela executada diariamente até que se torne um hábito. E no caso de estudos a equação geral para o sucesso é diretamente proporcional ao número de horas que você passa com o seu lindos olhinhos percorrendo letras ou número de uma forma que tudo faça sentido na sua cabecinha. Eu realmente não preciso escrever inúmeros parágrafos para que você confirme o que já sabe. Então, nesse post eu falarei sobre o assunto de acordo com a minha experiência, focando na parte de rotina. Como eu sempre costumo dizer para as coisas de agendas, não existe certo ou errado. O que existe é um método que funciona para você, que inclusive, pode evoluir com o tempo.

Apenas para contextualizar, eu fiz três cursos diferentes em área de conhecimentos diferentes com público alvo e rotinas de estudos distintos. Além disso, foram 3 momentos diferentes da minha vida. E é por isso que eu vou dividir a experiência que quero compartilhar em duas categorias, a primeira onde eu fui estudante profissional e na outra onde eu fui profissional que estudava.

estudos organização como estudar rotina de estudos trabalho

Estudante profissional
Estudante profissional é aquele cuja atividade principal é estudar. Pode ser vestibulando, estudante universitário ou concurseiro. Quando eu fui estudante profissional eu estudava um número igual ou maior ao número de horas de estudo em sala de aula. Então, se eu tinha 4 horas de aula por semana de uma única disciplina eu dedicava, no mínimo, 4 horas semanais de estudo em casa para essa mesma disciplina. Quando a disciplina era centrada na realização de projetos com entregas parciais semanalmente eu dedicava 2-3 vezes o tempo de sala de aula. Quando eu estudava em tempo integral (disciplinas no período da manhã e tarde) eu me esforçava ao máximo para deixar o final de semana livre, mas nem sempre foi possível, porque nessa época eu não conseguia estudar muito depois das 10 da noite e eu dormia de 8 à 9 horas por noite.

Se você se encaixa nessa categoria é importante entender (e aceitar) que os estudos devem ser priorizados e colocados em primeiro lugar na sua vida. Parece bobagem, mas quem nunca assistiu 3 episódios seguidos do seriado preferido e aí ficou sem tempo para estudar? Disse para si mesmo, “Ah, tudo bem!  Amanhã eu estudo e recupero.” E o que é que fez no dia seguinte? Claro que assistiu mais três episódios! o/ (<- eu levantando a mão, rs). Também não precisa ser uma relação de escravidão, se não quiser. A questão é, se você é estudante profissional deveria encarar os estudos como profissão, isso quer dizer, estudar no mínimo 8 horas por dia.

Profissional que estuda 
Profissional que estuda é aquele cuja atividade principal é o trabalho, deixando os estudos em segundo plano. Nesse cenário incluo também as mães e donas de casas, que muitas vezes até fazem uma jornada de mais de 8 horas por dia. Para essas pessoas fica difícil manter uma rotina de estudos diária com várias horas seguidas. Estude sempre que puder, tentando evitar o momento antes de dormir, onde o cansaço vai acabar ganhando. Quando eu tive que conciliar estudo e trabalho eu acabei reduzindo minha hora de sono para 6 horas e meia, estudava na pausa do almoço (quando levava refeição de casa, 20-30 minutos) sempre que necessário, estudava depois da aula (40-60 minutos por dia) e finais de semana. Eu repunha parte do sono no sábado de manhã ou no domingo depois do almoço. Nessa época meu curso não era muito exigente, mas o último ano acabou me sobrecarregando bastante. Ao meio dessa correria toda eu tentava deixar pelo menos 1/3 de um dia por semana para lazer. Cada um sabe onde aperta o calo, então se achar que precisa de um dia inteiro ou o final de semana todo para relaxar reorganize os seus horários ou até mesmo, faça um número menor de disciplinas por semestre.

estudos organização como estudar rotina de estudos trabalho

Se você se encaixa nessa categoria é importante entender (e aceitar) que você vai estudar sempre que der. Mas atenção, não existe milagres. Se não há horas o suficiente para acompanhar os estudos, as reprovações vão acontecer, juntamente com dias de trabalho com muito sono. Nesses casos é melhor repensar a quantidade de disciplinas cursadas por semestre, principalmente se você já trabalha na área e faz o curso somente para formalizar um conhecimento que já tem. Procure aconselhamento pedagógico na sua instituição, eles podem orientar nessa decisão principalmente apontando uma nova grade de disciplinas para você fazer o curso em um tempo que não excede o tempo máximo do curso.

Estudar é uma atividade a longo prazo
Sabe as frases “Devagar e sempre” e “Devagar se vai ao longe”? Então, é a mesma coisa com estudos. De nada adianta se matar dois dias da semana e deixar o restante da semana de lado. Precisa ser todo dia ou o mais perto disso que conseguir, nunca esquecendo também de descanso e lazer. É algo que pode durar 3-5 anos, alguns casos até mais. Por isso, é muito importante que você seja honesto consigo mesmo na rotina de estudos. Vai te poupar sofrimentos, pressão extra em provas substitutivas e, em último caso, o grande stress que é fazer a disciplina novamente.

Quanto tempo por dia você tem para estudar? 
Você já parou um momento para analisar quanto tempo de fato tem para dedicar-se aos estudos? Ou fica só naquela “Mais tarde eu estudo!” e esse mais tarde nunca existe? Acho que assim como é importante você saber qual é o seu perfil (estudante profissional ou profissional que estuda), é importante também você ter uma análise de tempo das atividades que ocupam o seu dia. Afinal, como planejar um dia de estudos sem ao certo saber quanto tempo se tem? Ou ainda, como planejar um final de semana tranquilo sem estudos se a quantidade de horas de estudo durante a semana é insuficiente?

Se você não tem a mínima ideia de quanto tempo você tem estudado, sugiro que você comece anotar suas atividades ao longo do dia durante uma semana para poder analisar o que precisa melhorar na sua rotina. Anote também as distrações durante os estudos e as coisas/situações em que te proporcionaram horas de plena concentração.

Por esse post é só! Tem mais na parte II.
Até a próxima e bons estudos.

Todos os posts desta série estão reunidos aqui.