Caligrafia, lettering, faux calligraphy e freebie!

caftroom decor faux calligraphy lettering

Sempre que eu mostro uma foto ou vídeo de algo escrito, feito com caneta normal ou com caneta pincel, as pessoas me perguntam como eu fiz, como eu aprendi, qual a caneta que eu usei, etc. Neste post eu respondo a todas essas perguntas e no final você encontrará um passo-à-passo e arquivo para download para começar hoje mesmo!

Como eu aprendi
Eu comecei ainda na escola, no ensino fundamental. Lembro da professora de educação artística nos ensinar um pouquinho de caligrafia falsa (faux calligraphy em inglês). Amava os exercícios e, de uma forma ou de outra, eu continuei fazendo. Claro que muitos anos depois com o curso de design gráfico eu acabei experimentando vários outros materiais. Foi quando morri de amores por brush calligraphy e lettering. Comecei a praticar sozinha em casa mesmo, um pouquinho a cada semana. Quando posso faço todo dia, nem que seja 5 minutinhos.

caftroom decor faux calligraphy lettering crayola

Diferença entre caligrafia, lettering e faux calligraphy
Explicação bem simples sobre esses três termos que ouvimos falar por aí, muitas vezes em inglês mesmo por falta de tradução ou pela popularidade do termo em inglês. É bacana ter uma noção da diferença entre eles pois facilita muito quando vamos procurar por inspirações pela internet.

  • Caligrafia: Arte de bem apresentar as letras através da escrita. Na caligrafia nós escrevemos passando a ferramenta escolhida apenas algumas vezes no papel e tá pronto!
  • Lettering: Arte de encaixar letras através do desenho delas, formando uma composição única. No lettering nós desenhamos passando a ferramenta escolhida várias vezes no papel, até atingir o resultado planejado. O planejamento da composição é muito importante e geralmente começamos por um rascunho à lápis.
  • Faux calligraphy ou caligrafia falsa: é a caligrafia feita com o intuito de imitar a caligrafia escrita com bico de pena ou pincel, sem usar essas ferramentas.

A caligrafia e a faux calligraphy (caligrafia falsa) são as duas formas de escrever que mais atraem as pessoas que querem escrever e ao mesmo tempo enfeitar o planner ou o journal. São essas duas que eu mais pratico e abordarei aqui no blog.

brush calligraphy sharpie tombow

Qual material usar
Eu costumo dizer que não há material errado para começar! Sério, até a caneta que você carrega todo dia serve. Haverá limitações, como não poder variar a espessura do traço aplicando pressão na caneta, exatamente como fazemos quando usamos um pincel ou bico de pena. Ainda assim, você pode usar uma caneta normal para reproduzir esses efeitos. Os materiais de base são: lápis, borracha, régua, papel e o material que tiver para escrever. Se usar tinta muito líquida você precisará de papel específico, caso contrário o papel envergará. Tudo depende da quantidade de líquido que irá depositar sobre o papel. É bacana fazer pequenos testes antes de começar. Às vezes o papel que você possui enverga um pouquinho, mas nada que atrapalhe se o seu intuito for apenas praticar.

faux calligraphy pen step by step como fazer calligrafia moderna

Começando com faux calligraphy 
Eu acho válido começar com faux calligraphy, usando a sua própria letra, por três motivos: é a mais simples de todas, você já tem o material em casa e aprendemos a observar melhor as partes das letras. Isso ajuda bastante quando vamos tentar aprender caligrafia usando um pincel. Nas fotos acima e abaixo eu usei papel para impressora e caneta preta Paper Mate Flair M, mas pode ser o que vocês tiverem por aí.

Passo-à-passo para faux calligraphy 
1) Escreva as letras do alfabeto usando a sua letra um pouco mais aberta e mais espaçada do que o normal.

2) Agora, letra por letra, identifique as partes que você escreveu fazendo um movimento para baixo com a caneta. Exemplo da letra “e”: começamos com um traço para cima e depois descemos.

3) Para cada movimento feito para baixo, adicione um traço com o mesmo formato dessa parte da letra (foto acima). Dica: esse traço pode ser para dentro da letra, para fora ou ambos. Você quem decide isso conforme o que julgar que ficará mais bonito.

4)Pinte a área onde desenhou esse traço adicional (foto abaixo).

faux calligraphy pen step by step como fazer calligrafia moderna

Precisa de ajuda para começar? Baixe o freebie!
Quer começar agora mesmo? É só baixar, imprimir e escrever por cima! Fácil, fácil! Depois de compreender bem como faux calligraphy funciona, aventure-se a fazer as letras de outras formas! Por exemplo, eu não gostei muito do meu D e K, então da próxima vez que eu for praticar tentarei melhorar essas duas letras! Se postarem fotos nas redes sociais, me marque ou usem a hashtag #calligraphy101! Vou adorar ver acompanhar vocês!

download_freebie

Gostaram do post? Gostariam de mais posts como esse? Deixe sua opinião aqui nos comentários! :-*

Post relacionados
Como usar aquarela no journal
Como guardar lápis e canetas
Dicas para melhorar a sua letra

Aquarela no caderno de memórias (journal)

aquarela desenho journal caderno de memorias diário

Geralmente quando eu digo que tenho um journal e que escrevo memórias nele as pessoas acham que eu escrevo todo dia nesse caderno, sempre começando com as duas palavras mais clichês do universo: “Querido diário, …”. Nada contra quem possui esse hábito (saudável, diga-se de passagem), mas além de não ter a intenção de manter um registro apurado da minha vida, eu prefiro mesclar meus textos com reflexões, fotos em miniaturas e alguns desenhos pintados em aquarela.

aquarela desenho journal caderno de memorias diárioEu não tenho nenhum talento e nunca fiz curso de aquarela, embora já tenha utilizado em trabalhos da faculdade. Eu me classificaria mais como uma pessoa esforçada em experimentar e aos poucos aprender algo com isso. A parte chata da aquarela é que ela exige um papel apropriado, que aguente nem que seja um pouco de água. Após ler algumas resenhas, eu optei pelo refil para traveler’s notebook número 13 da Midori (lightweight paper) por ser mais barato e acessível para mim. E foi assim que consegui incluir pequenas pinturas em aquarela no meu journal.

 

aquarela desenho journal caderno de memorias diárioGeralmente eu desenho algo relacionado com o que aconteceu no dia que eu esteja escrevendo. Às vezes somente sobre algo que eu comprei ou ganhei de presente. Adoro documentar um pouquinho minhas viagens dessa forma também, são cheias de coisas interessantes para desenhar. Pessoalmente eu não tenho a menor pretensão em desenhar com muitos detalhes ou reproduzir com fidelidade o que eu vi. Nesses casos eu prefiro recorrer à um outro hobby meu, a fotografia. Um dia não quis saber de escrever, então eu fiz a receita do bolo de cenoura de forma ilustrada. Fiquei satisfeita com o resultado, deu até vontade de desenhar outras receitas.

aquarela desenho journal caderno de memorias diário

E aí? Gostou desse post? Gostaria de saber mais sobre esse assunto? Deixe aqui nos comentários o que gostaria de saber.

Post Relacionados
O que é journal?
Como fazer um traveler’s notebook
Como fazer um caderninho costurado à mão
Como fazer um caderninho sem costura

Resoluções de ano novo

hobonichi journal brush pen resoluções de ano novo 2016

Feliz Ano Novo, gente! 2016 chegou e já se passaram 4 dias! Eu tirei uma “mini férias”, cuidei de mim, da casa, curti o marido, finalizei algumas algumas coisas no Smash book e no meu journal, li um livro, assisti seriado…enfim, bom demais! Tem duas coisas que eu adoro fazer durante a transição de um ano para o outro: reorganizar com intuito de tirar itens para doar, reciclar ou jogar fora e a outra é relembrar momentos e conquistas. Feito isso eu me sinto preparada para pensar nas resoluções de ano novo 🙂

Peguei meu Hobonichi que uso como journal e escrevi de forma uma pouco detalhada tudo que eu estava pensando, sem me preocupar com letra bonita, ordem, autocrítica, etc. A intenção aqui é identificar como posso melhorar como pessoa, como quebrar hábitos que não quero que perdurem, explorar coisas novas… Segue um resumo das minhas resoluções para 2016 em tópicos. Os subtópicos são idéias de como colocar essas resoluções em prática.

woman-notebook-working-girl

  • Planejar uma viagem para um lugar que eu realmente quero conhecer
    • Escolher um destino que cabe no orçamento
    • Comprar um livro de turismo da cidade
    • Pesquisar na internet roteiros de 3-4 dias
    • Anotar informações importantes
  • Comprar somente o que precisa e realmente irá usar
    • Priorizar qualidade à quantidade
    • Pensar se os itens à mais valerão o tempo extra para organizá-los e limpá-los
  • Ler mais livros, de qualquer tipo
  • Usar e mostrar mais minhas coisas de papelaria, scrap e artes
    • Enviar algumas cartas escritas à mão
    • Aprender e praticar caligrafia moderna
    • Aprender e praticar aquarela, principalmente no journal
    • Postar fotos da mesa, organização dos materiais, etc
  • Ser mais saudável nas escolhas alimentares
    • Comer menos chocolate
    • Beber mais água
    • Montar snacks com frutas, sementes e queijo
  • Decorar o apartamento com o que eu já tenho em casa
    • Imprimir fotos
    • Definir onde pendurar quadros
    • Replantar suculentas

ambiente de estudo estudar mesa

  • Contemplar mais a natureza
    • Planejar ao menos uma trilha por estação do ano
    • Descobrir novo lugares na cidade onde é bacana sentar e observar a paisagem
  • Ser mais consistente na rotina de limpeza da casa
    • Nada de preguiça
    • Continuar lavando a louça antes de dormir
    • Continuar com as pequenas arrumações de 15 minutos diários
  • Crie tempo para atividades físicas diárias
    • Destinar um lugar da casa para atividades físicas
    • Deixar o tapete sempre aberto no chão
  • Diminuir o uso de internet, principalmente no celular
    • Estipular um dia completo ou 3 períodos por semana sem internet, sem usar o celular ou tablet
    • Colocar o telefone de lado sempre que possível. Trabalho e amigos podem esperar. Se for urgente, irão ligar
  • Mantenha controle de mais informações no planner, como atividade física, última vez que organizou a casa, saúde, etc
    • Fazer refil para cada um desses itens

womanwriting

O que acham? Algumas das minhas resoluções são iguais às suas?

Não se esqueça que as resoluções sozinhas não fazem nada. Elas são só os objetivos. Por isso é necessário quebrar as resoluções em subtópicos, como eu comecei a fazer com alguns. Eles são o próximo passo para atingir os nossos objetivos. Aí vão algumas dicas para quem quer levar as resoluções de ano novo mais à sério.

  1. Defina prioridades. No meu caso, é claro que escrever cartas tem prioridade mais baixa que fazer atividade física. Você pode classificá-las em urgente, importante, quando der, etc.
  2. Comece pelas resoluções urgentes. Faça uma lista de tarefas para conseguir atingir o seu objetivo. Se precisar consultar alguém ou algum profissional, já marque na agenda um lembrete para agendar tal compromisso.
  3. Grandes mudanças geralmente envolvem grandes alterações na rotina. Analise sua rotina hoje, veja o que é possível mudar. Pequenas alterações na direção certa geralmente são melhores à longo prazo do que mudanças drásticas com muitos sacrifícios. Não lote seu horário. Há sempre imprevistos e você também precisa de descanso.
  4. Escreva, anote, rabisque. Facilita muito e fica mais fácil de acompanhar durante o ano, bem como identificar o que precisa ser alterado no meio do caminho, para manter a direção certa.

hobonichi journal brush pen resoluções de ano novo 2016

É isso! Espero que não tenham ficado muito cansados com o texto longo 🙂
Até a próxima!

Posts relacionados:
Vídeo mostrando o meu Hobonichi que aparece nas fotos
Unboxing da minha segunda compra na Hobonichi

Encadernação simples: Como fazer seus próprios cadernos sem costura

fazer caderno em casa encadernação simples faça você mesmo traveler's notebook

Quem gosta de fazer caderninho aí, levanta a mão! Eu adoro fazer os meus, principalmente os que eu for usar nas minhas capas do traveler’s notebook (aquela capa com elástico onde encaixamos 1 ou mais cadernos). Na primeira edição do #15listas eu usei o meu planner no tamanho Personal. Agora na segunda edição, que acontece em dezembro, eu vou usar um caderninho. Quem me acompanha há algum tempo sabe que eu gosto de inventar, variar e me aventurar! Nesse post farei o passo à passo para um caderninho que pode ser feito em casa que não precisa de costura.

Material necessário
10 folhas da sua preferência para fazer o miolo
1 folha da sua preferência para fazer a capa
1 vincadeira ou uma faca de manteiga
1 furador ou uma agulha grossa
1 grampeador com grampos
1 base resistente à cortes
1 borracha (opcional)
2 clips (opcional)
1 régua de metal
1 estilete
1 lápis

Parte 1 – Dobrar as folhas
Dobre todas as folhas ao meio, uma por uma. Vinque a dobra usando uma vincadeira. Se não tiver uma, dá para usar a régua ou o lado sem serra de uma faca de manteiga. Depois, encaixe uma folha dentro da outra.

fazer caderno em casa encadernação simples faça você mesmo traveler's notebook

fazer caderno em casa encadernação simples faça você mesmo traveler's notebook

Parte 2a: Grampear as folhas pelo meio (método para grampeador que abre)
Coloque uma borracha embaixo das folhas, exatamente na posição onde irá grampear. Abra completamente o grampeador e grampeie as folhas apoiando na borrada. Dê o acabamento do grampo usando alguma ferramenta para não machucar o dedo. Se o seu grampeador não abrir, use o método 2b.

Parte 2b: Grampear as folhas pelo meio (método para grampeador que não abre)
Grampeie 2 vezes o seu grampeador, sem folha alguma. Desdobre os grampos manualmente. Eles não precisam ficar retinhos perfeitamente, apenas abertos. Pode usar o grampo sem grampear? Pode, mas pessoalmente eu acho mais difícil depois para fechá-los.

fazer caderno em casa encadernação simples faça você mesmo traveler's notebook

Use cada um dos grampos para marcar a folha do meio do seu caderninho. Use um lápis nessa tarefa. Como os grampos podem estar diferentes um do outro, separe qual usou para o furo de baixo da folha do furo de cima da folha. Caso contrário eles poderão não encaixar nos furos que fizer.

fazer caderno em casa encadernação simples faça você mesmo traveler's notebook

Prenda as folhas firmemente com a mão esquerda, use clips se preferir. Com a outra mão, fure as folhas com o furador ou uma agulha grossa. Certifique-se que o furo chega até a capa. Se necessário, fure mais de uma vez cada um dos furos.

fazer caderno em casa encadernação simples faça você mesmo traveler's notebook

Encaixe o grampo nos respectivos furos. Aqui tanto faz se colocará o grampo pelo lado de dentro ou pelo lado de fora do caderno. Pessoalmente eu acho mais fácil colocar pelo lado de dentro. Além disso, os ganchinhos do grampo não enroscam no elástico do meu traveler’s notebook. Não esqueça de dobrar as pontas do grampo o máximo que puder.

fazer caderno em casa encadernação simples faça você mesmo traveler's notebook

Parte 3: Cortar o caderno no tamanho desejado
Use lápis e régua para marcar na capa onde precisa cortar para que o caderno fique no tamanho que deseja. O meu eu faço nas mesmas medidas do traveler’s notebook regular da Midori (marca japonesa), 21 cm de altura por 11 cm de largura. Aqui a dica é ter calma e não fazer com pressa. Alinhe a régua usando as suas marcações. Passe o estilete várias vezes no mesmo lugar, com força moderada. As folhas não vão ser cortadas na primeira passada do estilete, então nada de pesar a mão. Corte sem mexer a régua do lugar, até que todas as folhas tenham sido cortadas.

fazer caderno em casa encadernação simples faça você mesmo traveler's notebook

E pronto! Só ser feliz usando o seu caderninho!
Se não gostar dos grampos aparecendo na capa, use washi tape ou um outro papel para fazer o acabamento da lombada.

Esse post foi separado em 3 partes e cada uma delas podem ser executadas em momentos diferentes. Bom para quem tem pouco tempo para fazer esses mimos de papel. Em uma noite pode dobrar as folhas e grampear, em outra cortar e decorar a capa.

fazer caderno em casa encadernação simples faça você mesmo traveler's notebook

É isso! Espero que tenham gostado e até a próxima!
Abaixo deixo links de posts que possam lhe interessar.

Sobre o 15 listas
Sobre o 15 listas de dezembro
Passo à passo de como fazer caderno costurado à mão
Como fazer uma capa estilo traveler’s notebook

15 listas: Fotos da edição de outubro (parte I)

Não acredito! Já passamos da metade do mês de outubro! Eu estou fazendo uma lista em dias alternados, logo passei da metade dela. Fico contente com toda interação que está tendo no Instagram e, em especial, no grupo do Facebook “15 listas”. Está muito bacana acompanhar todas as meninas que estão participando, trocando ideias e falando sobre nós mesmas também.

O 15 listas não é somente uma maneiras de mantermos nossas memórias escritas, mas é também uma maneira de relaxar e refletir sobre nós mesmas. E nada melhor do que nós nos obrigarmos a parar alguns minutos por semana para fazer isso longe de tela do computador, do celular, trabalho e qualquer outra coisa que esteja ocupando demasiadamente nossas mentes. Acaba sendo um refúgio terapêutico.

Se você quiser participar da 1a edição do 15 listas ainda dá tempo! Esta edição é para o mês de outubro, mas as listas não possuem data limite para serem feitas. Neste link aqui você encontra mais informações sobre o 15 listas e aqui o material para este mês. Vale lembrar que a 2a edição do 15 listas é em dezembro deste ano, então novembro não tem.

#15listasoutubro listas planner agenda stamps washi filofax metropol red

#15listasoutubro listas planner agenda stamps washi filofax metropol red

#15listasoutubro listas planner agenda stamps washi filofax metropol red

#15listasoutubro listas planner agenda stamps washi filofax metropol red

#15listasoutubro listas planner agenda stamps washi filofax metropol red

#15listasoutubro listas planner agenda stamps washi filofax metropol red

#15listasoutubro listas planner agenda stamps washi filofax metropol red

#15listasoutubro listas planner agenda stamps washi filofax metropol red

A parte II deste post foi publicada aqui.

15 listas

15 listas desagio instagram facebook caderno de memorias journaling list

Eba! Tem novidade por aqui!

Eu e a Bruna Alcântara estamos organizando o 15 listas e a primeira edição será agora no mês de outubro. Fazer listas é uma forma leve e divertida de manter nossas memórias escritas, e é claro, de usar todo o nosso material de papelaria!

Para saber mais sobre o que é o 15 listas clique aqui.
Material da primeira edição está disponível aqui.

Sempre que quiser saber sobre esta brincadeira basta usar o menu 15 listas.

Smash book: O que é e como fazer

smash book kit scrapbook journaling colagem memórias o que e

O que é
São folhas de scrapbook, uma diferente da outra, reunidas em um só lugar, com encadernação em arame ou em um fichário. Pode ser comprado pronto para usar ou feito do começo ao fim por você mesma.

Para que serve
Serve para guardar momentos e pensamentos. Ele é parecido com scrapbook, mas há uma grande diferença: ele é mais espontâneo! No scrapbook geralmente uma linha do tempo e/ou tema é estabelecido e as páginas são previamente pensadas e planejadas. Já no Smash book não há essa condição. Uma folha pode ser sobre o filme do final de semana passado e a outra de fotos suas que postou no Instagram. Um Smash book pode ser utilizado para scrapbook? Claro! Afinal, o smash book é seu e o único limite deveria ser a sua própria imaginação.

Como ele é
Há vários tamanhos e modelos, cada um com uma cor de lombada diferente. A primeira vista podem parecer todos iguais, mas é aí que você se engana! A cor da lombada indica o modelo, e cada modelo tem o seu próprio set de páginas, bolsos e alguns, até sacos plásticos para colocar o que quiser. Mostro dois aqui em baixo, mas tem muito mais!

pink

YellowBook

Há também alguns que são vendidos em kits, como o da capa do post. A caneta é super bacana! De uma lado ela é caneta preta de ponta porosa e do outro cola bastão! Ideia de gênio ou não? Veio também um bloquinho com 30 folhas com cards como aqueles de journaling para completar escrevendo, um carimbo de datas, uma fita adesiva decorada, um elástico para segurar o smash book e colocar algumas canetas e vários post its fofos!

smash book kit stamp carimbo caneta washi tape post it

smash book kit stamp carimbo caneta washi tape post it

smash book kit stamp carimbo caneta washi tape post it

Inspiração
Cuidado! Você pode esquecer da vida com o link abaixo, rs! Não diga que eu não avisei!
Pinterest – Smash Book Ideas
Pinterest – resultado de busca smash book pages

Como fazer
A idéia é simples, páginas e mais páginas de papel de scrapbook ou papel cartão colorido encadernados ou colocados em um fichário. O tamanho A4 me parece ser o mais fácil de fazer e achar acessórios, já que evita corte e ainda reaproveita materiais já existentes, como divisórias e sacos plásticos. No entanto, pessoalmente eu acho o A4 um formato muito grande e pouco atraente, mas vai de gosto mesmo. Eu tenho um Smash book gigante, maior que o A4, que é ótimo para documentar viagens, posso guardar mapas, panfletos e até posters, mas não acho o tamanho bacana para documentar coisas do dia-a-dia. Nestes casos eu prefiro os tamanhos menores. Se você gosta de fazer tudo, do começo ao fim, deixo esse passo-a-passo muito bacana que eu encontrei. Está em inglês, mas as fotos ilustram bem o que deve ser feito. Link aqui.

Quanto custa e onde comprar
O preço varia bastante, basicamente de acordo com o tamanho. No Brasil o preço varia entre 40-120 reais. Abaixo o link de duas lojas virtuais que vendem, mas nunca comprei nessas lojas.
Presente de Papel
Arte Papel & Pano

Gostou? Deixa um comentário aqui em baixo 😉